segunda-feira, 1 de setembro de 2008

PRIMEIRA LOJA DE CHOCOLATES BELGAS DO SUL DO PAÍS

A linha oferecida pela Maison du Chocolat, compõem 26 tipos de chocolates, produzidos pela Valentino Chocolatier, as variações importadas da Bélgica foram escolhidas conforme os hábitos e gostos dos brasileiros. Dentre os bombons, há versões recheadas, maciças e crocantes.

A criação da primeira loja de chocolates belgas no sul do país, teve início em janeiro de 2007, quando o empresário Joaquim Martins visitou a Kölnmesse, feira de produtos alimentícios realizada anualmente em Colônia, na Alemanha.


Em termos de população, Colônia é a quarta maior cidade da Alemanha. Considerada a capital econômica, cultural e histórica do estado de Renânia, a cidade promove feiras comerciais e de mídia.
A fundação de sua importância comercial com a feira de KölnMesse, tornou a cidade de Colônia, uma das maiores rotas comerciais entre a Europa Ocidental e Oriental.
Em meio a diversos produtos, Martins se encantou com a sofisticação e qualidade dos chocolates artesanais, fabricados pela Valentino Chocolatier. Empresa que com 25 anos de mercado foi capaz de desenvolver uma ampla variedade chocolates de qualidade.

A fábrica oferece mais de 60 modelos de bombons, para satisfazer os mais diversificados gostos dos consumidores.


O surgimento da Valentino Chocolatier deu-se em 1978, em um pequeno ateliê na cidade de Koekelberg, Bélgica, onde as primeiras remessas de chocolates eram feitas a mão.
Alguns anos mais tarde, o primeiro ateliê tinha se tornado um impulso à produção crescente de chocolates. Então, Valentino abriu seu novo empreendimento, com 1000 m². Assim, os consumidores puderam comprar os bombons diretamente do ateliê.
Hoje, a Valentino possui diversas lojas disseminadas pelo mundo. Uma grande parte da produção é exportada para todos os países da Europa, até mesmo para o Estados Unidos, Canadá, Chile, China e Japão.

MUDANDO DE PROFISSÃO

O empresário Joaquim Martins, formado em Medicina Veterinária pela Universidade de Marília-Unimar, em São Paulo, idealizou a abertura de uma franquia de bombons belgas da Valentino Chocolatier no Brasil, para atender a demandada dos consumidores, visto que o consumo de chocolate move anualmente 5% da economia nacional.

O médico veterinário residia em São José do Rio Preto, São Paulo, mas encontrou em Curitiba uma oportunidade de efetivar seu planejamento empresarial.
“Além de Curitiba oferecer o clima favorável para a conservação dos chocolates, a cidade é considerada como um termômetro de vendas em âmbito nacional. Se algum produto for bem aceito em Curitiba, certamente conquistará as outras cidades brasileiras” diz o empresário.

Assim, foi criada a Maison du Chocolat, primeira loja especializada em Chocolates belgas do sul do país. Situada em uma das regiões mais nobres de Curitiba, - o Batel , o bairro foi escolhido como ponto de venda, pelo glamour da região. A intenção da Maison du Chocolat é conquistar clientes de classes A e B.

A linha oferecida pela Maison du Chocolat, compõem 26 tipos de chocolates, produzidos pela Valentino Chocolatier, as variações importadas da Bélgica foram escolhidas conforme os hábitos e gostos brasileiros. Dentre os bombons, há versões recheadas, maciças e crocantes.

Os produtos seguem diversas linhas temáticas, que atendem a todos os consumidores. Para o público infantil, em abril foi lançada a Linha Páscoa, com ovos exclusivos do mais puro chocolate belga. As datas comemorativas como Dia dos namorados, Dia das mães, e Natal, também recebem atenção especial com importação de linhas exclusivas.

As caixas que acomodam os chocolates, demonstram sofisticação e bom gosto, valorizando o produto. As mais diversificadas embalagens comportam de 60g à 940 g de chocolate. Mantidos genuinamente como vêm da Bélgica, os bombons não sofrem nenhum tipo de alteração em sua composição e tem sua validade assegurada por no mínimo seis meses. Recomenda-se à conservação dos chocolates, uma temperatura no ambiente que oscile entre 15° e 18 ºC .

Além dos maravilhosos chocolates, a Maison du Chocolat oferece como diferenciais, um ciberespaço e uma cafeteria, fatores que determinam uma composição completa para atender os clientes.

O Ciberespaço, ambiente das comunicações sintonizados por uma rede de computador conta com Internet sem fio, permitindo acesso simultâneo e sem custos à rede.
A Cafeteria, apresenta cafés expressos, bebidas quentes e geladas, além de drinks e sobremesas que compõem o cardápio. Como sugestão de alimentação, há o delicioso e fresco pão- de- queijo mineiro.

MAISON DU CHOCOLAT
Rua Sete de Setembro,4923 loja 1- Batel

Fones: 3343-4123/3343-0102

Atendimento de Segunda a Sexta das 09:00h às 18:00h
Sábados das 09:00 às 13:00h

Aceita todos os cartões de crédito

Fotos
Legenda: Caixas de bombom luxo, da Maison du Chocolat, localizada no Batel em Curitiba.
Crédito: Joaquim Martins

Lucian Haro
Ruy Barrozo Comunicação & Marketing Ltda.

(41) 3023-2069


(41) 3023-2069(41) 9931-7969

2 comentários:

Amanda disse...

Apenas corrigindo que esta chocolateria não é a primeira de chocolates Belga no sul do país.
Não conheco o mercado fora do Paraná, mas sei que aqui em Curitiba, há uns 4 anos existe a Cuore di Cacao (Rua Fernando Simas 334 - Bigorrilho) que conta com uma linha de chocolates Belga também. Vale a pena conferir!

Mayra disse...

Acabei de sair do site da Cuore di Cacao e é MARAVILHOSO. Muito requintado.