quinta-feira, 16 de outubro de 2008

FEEL CHIC: COMO NOVA YORK, PARIS E LONDRES, SÃO PAULO GANHA SERVIÇO DE ALUGUEL DE BOLSAS E ACESSÓRIOS DE LUXO

 

Foto: MILA MALUHY

pri

A loja Feel Chic: ambiente feminino e puro glamour

O mercado de luxo em São Paulo acaba de ganhar um serviço inédito. A partir de agora, é possível alugar – ou, dizendo com mais elegância: "emprestar" –, a preços bastante convidativos, bolsas Chanel, Louis Vuitton, Dior, Prada, Ferragamo, Valentino, Miu Miu, Bulgari, Saint Laurent, lenços Pucci e bijoux Hermès e Dolce & Gabbana.

O serviço é iniciativa da Feel Chic, espécie de butique fechada instalada na Vila Olímpia, bairro que concentra (ou por onde transita) o maior número de executivas e profissionais em ascensão da cidade. As bolsas e os acessórios – todos evidentemente autênticos e com certificado de procedência – podem ser locados por períodos de uma semana ou um mês a preços que variam de 8% a 18% do valor total do produto.

"Emprestar artigos de luxo é um serviço que vale tanto para quem já tem acesso a esse tipo de produto e procura modelos de edição limitada ou algo mais específico para uma ocasião quanto para quem ainda 'não chegou lá' mas circula muito em eventos, viagens e reuniões de negócios e precisa impressionar", explica Erika Pracchia, cardiologista que abriu a Feel Chic em parceria com a pediatra Paula Ranzini e mais duas outras amigas investidoras – todas ultra-fashionistas, viajadas e apaixonadas por bolsas de luxo.

BOLSA É... AUTO-CONFIANÇA, STATUS E PODER
                                                                               Foto: MILA MALUHY
ilti

Erika Pracchia [na foto, à direita] e Paula Ranzini têm muito mais em comum além do fato de serem médicas, solteiras e amarem bolsas de luxo. A mineira Erika, que veio para São Paulo em 1996 para fazer residência, já era uma fashion victim desde a infância em Cataguazes.

Desde os 12 anos, costurava os próprios vestidos e já adotava um estilo mais exuberante, diferente da maioria das garotas. O sucesso profissional a levou a congressos internacionais e a diversas viagens de lazer pelo mundo. O contato com o luxo a fez acumular bolsas, sapatos, óculos de sol. Futilidade? Longe disso. Para a cardiologista que dá expediente em hospital público vestindo Burberry e carregando uma Prada, uma bolsa de luxo confere auto-confiança e demonstra a relação que a mulher tem com o poder. "Uma médica bem trajada transmite credibilidade e segurança ao paciente. E uma mulher elegante sempre é melhor tratada em todas as situações".

Para a paulistana Paula, a pediatra que também trabalha na periferia com uma de suas bolsas AA, artigos de luxo não devem ser encarados com preconceito. "Bolsas, roupas, sapatos são presentes para mim mesmo e todos frutos do meu trabalho. Não há porque escondê-los".

Filha de pai joalheiro, Paula sempre conviveu com o luxo, o 'exclusivo' e, com isso, teve a oportunidade de apurar o estilo. Clássica ao se vestir, ela encara a Feel Chic como a diversão transformada em negócio.
"A bolsa é o nosso sinal de sucesso. Ela está para a mulher, assim como o carro está para o homem", afirma.

Alugar eu posso! – O quarteto de amigas – elas lembram as personagens de Sex and the City: são jovens, bonitas, bem-sucedidas, têm perfis diferentes e estão solteiras – já há algum tempo buscava abrir um negócio em comum, mas não aparecia nada que agradasse a todas. A idéia veio de uma delas, internauta notívaga, que descobriu o serviço em um site americano.

O endereço 'Bag Borrow or Steal' (em português, 'Bolsa, alugue ou roube') virou febre nos EUA e chegou a fazer um merchandising justamente em... Sex and The City, o filme. Nele, a personagem Carrie (Sarah Jessica Parker) se surpreende com a bolsa AA de sua assistente e pergunta como ela conseguiu ter uma daquelas, ao que a garota responde: "Comprar eu não posso, querida, mas alugar eu posso!".

Além do site americano, serviços de aluguel de artigos de luxo também funcionam em Londres e em Paris, só que nestas cidades a loja é física, assim como aqui em São Paulo. "As brasileiras gostam de experimentar a bolsa, olhar no espelho, sentir o toque. Um serviço como esse não funcionaria, logo de cara, no mundo virtual", diz Paula Ranzini.

De fato, visitar a Feel Chic já é uma experiência. O ambiente da loja é feminino e todo glamour (mas sem ser ostensivo). Um pufe de veludo capitonê vermelho, ao centro, denota uma atmosfera de 'pecado', de paixão. Revistas fashion e uma tevê que transmite desfiles, programas e filmes sobre moda completam o ambiente. O fato de estar localizada propositadamente dentro de um edifício comercial, não tira o charme o loja – "é uma questão de segurança e de discrição. Algumas clientes preferem sigilo quando o assunto é empréstimo e não compra de artigos de luxo", explicam.

Plumas de cauda de pavão – Inicialmente estão disponíveis 50 modelos de bolsas e carteiras e duas dezenas de acessórios, entre lenços e bijoux. Alugar uma bolsa Chanel, na sua versão mais clássica, sai por R$ 540,00 por uma semana ou R$ 1.650,00 por um mês.

Os mesmos valores valem também para a Heart Break, mais recente lançamento da Louis Vuitton. Uma Salvatore Ferragamo forrada com penas de ganso – último modelo da coleção Primavera/Verão, da linha Carmelinas – sai por R$ 390,00 a semana ou R$ 1.080,00 o mês. Do mesmo designer, chama a atenção a pequena bolsa para noite, Black and White Feather, com plumas da cauda do faisão, por apenas R$ 190,00 a semana. Alugar lenços sai mais em conta – a média de preço é de R$ 100,00 por semana ou R$ 180,00 por um mês.       

A troca da coleção vai acontecer semestralmente, mas a Feel Chic já nasce com a proposta de atender a pedidos específicos das clientes. "Se uma cliente quiser uma bolsa que não está em nosso portfolio de produtos e houver tempo para providenciá-la, faremos o possível para incluí-la".       

A promessa só não vale para as bolsas em que há filas de espera – essas serão privilégio das quatro sócias. Afinal, nem mesmo elas conseguem resistir!!

Serviço – A Feel Chic fica na rua do Rocio 423, conjunto 1710, tel. 3513-2445. Aberta de segunda a sexta-feira das 13h30 às 20h e aos sábados das 10h às 14h. Atendimento com hora marcada nas manhãs de quinta. Na internet (apenas para consulta): www.feelchic.com.br 

 

Assessoria de imprensa:
 Gabinete de Comunicação
(11) 3082-5444 e 9295-3495
Arlene Colucci e Gisele Pereira
Produção: Angélica Della Nina

2 comentários:

s is for snapshot disse...

Nossa,fantástico esse serviço de "emprestar" bolsas e acessórios, deve ser fantástica a loja! Adorei o blog, estava de passagem , vou te 'linkar' no meu, tudo bem?
beijo

Leleka disse...

Fantástico,este tipo de serviço deve chegar em Brasília,parabèns